Sobre a Feira

RONDÔNIA RURAL SHOW

A maior feira de agronegócio da região Norte.

A Rondônia Rural Show é caracterizada como feira de tecnologia e oportunidades dos negócios voltados ao agronegócio do estado, realizada anualmente pelo Governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estadual da Agricultura (Seagri), no município de Ji-Paraná, cidade no centro do Estado, o que privilegia o acesso e a logística para a realização do evento.

A RRS surgiu com a necessidade de buscar novas tecnologias e práticas mais eficazes para a produção agropecuária rondoniense, proporcionando assim o desenvolvimento econômico e social do Estado.

Embora o foco inicial tenha sido agricultura familiar, a RRS passou a receber grandes investidores e expositores de projeção nacional e internacional de todos os segmentos do agronegócio. Em sua última edição, a feira contou com estrutura com mais de 500 espaços, atendendo instituições publica e privadas, empresas comerciais , prestadores de serviços , instituições de crédito e cooperativas.

A cada edição o evento se fortalece com o volume de negócios e surpreende as inovações apresentadas atraindo cada vez mais visitantes. A Rondônia Rural Show já faz parte do calendário nacional de feiras do agronegócio.

Resultados em negóciosRondonia Rural Show 2017 - Publico._-4

Edição 2012: R$ 186 milhões.

Edição 2013: R$ 294 milhões.

Edição 2014: R$ 530 milhões.

Edição 2015: R$ 621,6 milhões.

Edição 2016: R$ 485,2 milhões

Edição 2017: R$ 660 milhões.

Edição 2018: R$ 533 milhões.

Edição 2019: R$ 703,5 milhões

Público

Formado em sua essência por produtores rurais, a RRS também atrai muitos estudantes, empresários, políticos e sociedades organizadas, todos em busca das novas tecnologias e oportunidades oferecidas durante os quatro dias do evento. Na última edição foram contabilizados mais 120 mil visitantes.

 Edição 2019

Os destaques para 8ª Rondônia Rural Show foi a presença de estandes das indústrias de equipamentos e implementos; o caminho do peixe, leite e do café,  onde os interessados conferiu, de perto, todas as fases de produção, desde o preparo do solo até a comercialização dos produtos. Além disso,  o que há de mais moderno em tecnologia rural por meio das exposições e dinâmica com máquinas e implementos.

O secretário da Seagri, Evandro Padovani,  esclarece que os espaços para os expositores são gratuitos, ficando a cargo dos expositores os custos relacionados à instalação de suas tendas, stands, trailer e contêiner. As novas demandas poderão cadastradas diretamente com a coordenação da RRS.

A Seagri está trabalhando a todo vapor com o Governo do Estado para superar as metas negociais  e expectativa de publico em 2020.


Compartilhe